Remédios naturais para acne

Problema dermatológico que afeta milhões de pessoas, a acne pode ser combatida com remédios naturais.

A acne é uma condição cutânea de longo curso, em que cravos e espinhas em profusão surgem em determinada região (na face, área superior do peito e costas, na imensa maioria dos casos). Além das muitas pústulas e pontos brancos e pretos, a acne pode deixar cicatrizes, prejudicando o aspecto geral do rosto.

Não existem complicações para a acne, mas o prejuízo estético está relacionado a crises de ansiedade, diminuição da autoestima e, em casos extremos, a quadros de depressão e pensamentos de suicídio. Felizmente, alguns remédios naturais podem combater o problema com eficiência.

Ainda não estão caracterizadas as causas da acne. Estima-se que 80% dos casos tenham raízes genéticas. A alimentação inadequada está relacionada ao aumento da oleosidade da pele, que provoca os cravos e espinhas. O tabagismo aumenta a área afetada e a gravidade da condição.

A acne está presente especialmente na puberdade e início da adolescência, quando a produção hormonal atinge os níveis necessários para preparar o indivíduo para a geração de descendentes. A condição está relacionada à testosterona (principal hormônio masculino, também presente nas mulheres, mas em menor quantidade).

Uma bactéria está especialmente envolvida com a acne: a Propionibacterium acnes, um micro-organismo anaeróbio que se alimenta da secreção produzida pelas glândulas sebáceas e, em contato com os folículos pilosos, provoca inflamações: as espinhas e os cravos.

Tratamentos naturais para acne

Os remédios naturais para acne são:

• cenoura e pepino – os dois vegetais são excelentes hidratantes naturais (o pepino é composto por 90% de água). Eles ajudam a aumentar a umidade da superfície dérmica e este reduz a estagnação das secreções sebáceas nos poros, dificultando o surgimento de cravos e espinhas.

Prepare um suco natural: pique uma cenoura média e meio pepino e bata no liquidificador, com água suficiente apenas para cobrir os pedaços (a água pode ser substituída por água de coco). Os dois vegetais são adocicados, mas, se preferir, acrescente uma colher (chá) de mel.

O suco deve ser ingerido diariamente para evitar a acne e três vezes por dia para combatê-la. Aproveite as cascas, ricas em nutrientes, mas laves muito bem os vegetais, para retirar traços de sujidades e defensivos agrícolas;

• cataplasma de folhas escuras – é possível utilizar folhas frescas de brócolis, espinafre, couve, beterraba, berinjela, etc. Macere todas as folhas, coloque num prato raso grande e cubra com um pouco de água. Coloque as folhas maceradas em um tecido fino e aplique sobre a acne. Deixe agir por 20 minutos e enxágue em água fria ou morna;

• outras opções de cataplasmas – para que a pele descanse de alguns nutrientes e haja um revezamento no tratamento da acne, as folhas verde-escuras podem ser substituídas por bardana, louro, eucalipto e lanchagem. Todos os cataplasmas podem receber uma colher (sobremesa) de mel, que tem propriedades adstringentes, hidratantes e cicatrizantes;

• pasta de feijões – coloque 50 gramas de feijões de molho em vinagre branco, até que a pele dos grãos comece a se soltar. Escorra e coloque para secar. Com os feijões secos, triture-os e adicione algumas gotas de leite de amêndoas, o suficiente para obter uma pasta consistente. Aplique a mistura sobre as espinhas, deixe agir por cinco minutos e enxágue em água fria ou morna;

• chá de amor-perfeito – não se trata de simpatia para encontrar o ser amado, mas de um chá feito com a planta. Ferva um litro de água. Desligue o fogo e inclua de seis a oito colheres de folhas e flores da planta. Deixe descansar, em recipiente tampado, por dez minutos. Tome a infusão quatro vezes por dia, nos períodos críticos da acne.

A alimentação

Pessoas que sofrem com acne devem prestar atenção dobrada aos alimentos ingeridos no dia a dia. Uma dieta saudável precisa incluir fibras, gorduras saudáveis e muita água. O ômega 3, um ácido graxo presente em peixes de águas frias, oleaginosas e sementes de chia e de linhaça, ajuda a reduzir a inflamação e repara as células danificadas.

As fibras são encontradas em alimentos de origem vegetal: verduras, legumes, frutas e tubérculos. As fibras são estruturas não digeríveis pelo organismo humano. As fibras insolúveis simplesmente “ocupam espaço no intestino”, enquanto as fibras solúveis, em contato com água, formando um gel que adere às paredes do órgão.

Em ambos os casos, ocorre uma absorção mais lenta dos nutrientes, especialmente dos carboidratos (gorduras e açúcares). O consumo regular de fibras desintoxica o organismo, aumenta o bolo fecal e reduz a ocorrência de constipações (prisões de ventre).

As frituras e doces devem ser consumidas com muita moderação. Apesar de ainda não haver estudos conclusivos, existem muitos relatos dando contato que estes alimentos estão relacionados ao surgimento ou à piora da acne.

Inclua alimentos ricos em vitamina C (frutas cítricas, brócolis, pimentão amarelo, cenoura, milho, abóbora, etc.) e em vitamina E (cereais integrais, alimentos de origem vegetal e sementes, como chia, linhaça e macadâmia).

A vitamina A é fundamental para a saúde da pele, por regular a produção de sebo e de queratina (proteína sintetizada pelo organismo, responsável pela formação da pele, pelos, cabelos e unhas). Os dois nutrientes são fartamente empregados pelas indústrias cosmética e farmacêutica.

O zinco, além de outras funções (ele regula a produção de enzimas responsáveis por mais de 300 atividades metabólicas), é fundamental para a saúde da pele. Este eletrólito regenera os tecidos (inclusive o epitelial, que forma a cútis) e também reduz as inflamações.

O zinco está presente nas ostras, camarões, lagostas, bifes de carne de vaca, carnes de aves, feijões e outras leguminosas, iogurtes, oleaginosas (nozes, castanhas, etc.), leite de vaca, queijos amarelos, espinafre, ovos, sementes de linhaça, abóbora e melancia, chocolate amargo, etc.

Também Recomendamos

Deixe uma resposta