Dicas para eliminar rugas

A idade chega para todos, mas, com algumas dicas, é possível eliminar rugas e linhas de expressão.

Diz o ditado que o rosto é o nosso cartão de visita. Desta forma, não é possível apresentar-se com uma aparência cansada ou envelhecida. Infelizmente, com o avanço da idade, a pele perde a elasticidade, surge a flacidez e as rugas, localizadas principalmente na face, pescoço e também nas mãos.

O colágeno é uma proteína fundamental para a constituição da matriz extracelular do tecido conjuntivo, responsável por unir, nutrir, proteger e sustentar os demais tecidos orgânicos. A produção do colágeno, no entanto, começa a ser reduzida por volta dos 30 anos. Além das rugas, a deficiência desta proteína provoca rigidez muscular, inflamações nas articulações e doenças cutâneas.

Veja também: Lift-X – Para uma pele renovada de forma natural

O começo dos problemas

Com a danificação do colágeno, ocorre a perda de gordura, suavidade e elasticidade. No rosto, os sinais mais visíveis surgem nos cantos da boca e dos olhos. Alguns vincos são temporários, mas a negligência pode torná-los definitivos.

As expressões fisionômicas também podem determinar a formação de rugas. Os modos de sorrir, chorar, franzir a testa e demonstrar irritação ou contrariedade ajudam a criar linhas de expressão – inclusive os temidos pés de galinha, na região dos olhos, e os bigodes chineses, traços que avançam das laterais do nariz até a boca.

A perda rápida de peso também é um fator de aceleração das rugas. A adoção de algumas dietas malucas, que estão sempre na moda, faz a pele literalmente “cair”. Portanto, para manter o peso ideal, é necessário seguir um plano de reeducação alimentar, para garantir saúde e estética.

Além do processo de envelhecimento, outros fatores contribuem para o surgimento das rugas. O principal deles é a exposição excessiva ao Sol, mas o tabaco é um grande “aliado” das linhas de expressão, por aumentar o total de radicais livres no organismo.

Os radicais livres são gerados pelas células e moléculas durante o processo de combustão do oxigênio, necessário para o fornecimento de energia para todas as nossas necessidades. Estas estruturas perdem elétrons no processo e precisam capturar partículas para recuperar o equilíbrio atômico.

O organismo dos mamíferos possui enzimas protetoras que controlam os radicais livres, neutralizando a ação da oxidação em mais de 99% deles. No entanto, enquanto estão presentes, podem danificar células sadias (“roubando” elétrons).

Além do fumo, contribuem para o aumento e descontrole dos radicais livres:

  • poluição ambiental;
  • abuso de bebidas alcoólicas;
  • resíduos de adubos e pesticidas (inclusive os encontrados em nossos alimentos);
  • aditivos químicos, conservantes, espessantes e hormônios de crescimento;
  • excesso de gorduras saturadas;
  • estresse.

Vitamina E

A vitamina E (alfatocoferol) ajuda a combater o excesso de radicais livres. Sendo um poderoso antioxidante (o mais importante para o organismo humano), esta vitamina fornece hidrogênio positivo para as membranas celulares, que se combina com os átomos de oxigênio desemparelhados, impedindo a ação oxidativa destas estruturas.

O alfatocoferol pode ser obtido com a ingestão de óleos vegetais (especialmente os de milho, girassol, canola e o azeite), cereais integrais, oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas, amendoins, etc. – mas tenha cuidado, uma vez que, em excesso, estas frutas engordam) e, em menor quantidade, no espinafre e no abacate (cujo excesso também causa ganho de peso). A vitamina E também é encontrada em suplementos alimentares, como os polivitamínicos.

A deficiência de vitamina E é rara, mas pode ocorrer em indivíduos com dieta pobre em proteínas ou com problemas de absorção de gorduras (portadores da doença de Crohn, doença celíaca ou inflamações intestinais crônicas). Os principais sintomas são o comprometimento da coordenação motora, fraqueza muscular, lesões nas retinas (retinose pigmentada) e neuropatia periférica (danos nos nervos das mãos e pés).

O excesso de ingestão de vitamina E também provoca alguns danos. Pode ocorrer um aumento sensível da probabilidade de hemorragias e deficiências na coagulação do sangue. Os efeitos da suplementação, por longo prazo (mais de seis meses) de vitamina E sintética ainda não foram totalmente estudados.

A vitamina E, além de proteger o tecido epitelial, também fortalece o músculo cardíaco e alguns estudos indicam que o nutriente reduz as chances de desenvolvimento de neoplasias. O Food and Nutrition Board, do Institute of Medicine norte-americano, recomenda a ingestão diária de 15 mg, dosagem obtida com a adição de óleos vegetais nos cozimentos e saladas, e no consumo de quatro frutas oleaginosas.

Receitas milagrosas

Para prevenir ou eliminar rugas, é muito importante manter a pele sempre hidratada. Identifique o tipo de pele e adquira produtos de higiene indicados. Os sabonetes líquidos, de forma geral, são formulados com substâncias de baixa irritabilidade e a maioria apresenta pH neutro, condição ideal para manter a pele jovem e macia.

Os sabonetes líquidos apresentam outras vantagens: são mais higiênicos, uma vez que não são manipulados diretamente (como ocorre com os produtos em barra), corrigem a pele seca (especialmente os produzidos com óleos vegetais, emolientes e sem álcool), não possuem substâncias abrasivas, evitam desperdício e podem ser usados no rosto e no corpo sem riscos de ressecamento.

Além disto, existem produtos de pH não alcalino, como é o caso dos sabonetes em barra, e, por isto, é possível acrescentar outros princípios ativos, tais como vitaminas, proteínas, aminoácidos e outras matérias-primas.

Algumas máscaras caseiras também melhoram a hidratação:

• clara de ovos – bata as claras ligeiramente e aplique diariamente no rosto e pescoço. A clara é rica em albumina, uma proteína que melhora o transporte de sais minerais e aminoácidos no organismo, mantém o equilíbrio osmótico (reduz a retenção de líquidos) e combate os radicais livres;

mamona (óleo de rícino) – eficaz especialmente para combater as rugas do pescoço e região dos olhos (no Egito antigo, a substância era utilizada para tratar irritações e inflamações ópticas). O rícino também fortalece os cabelos e é útil no tratamento de prisões de ventre, em função do seu efeito laxativo (cuidado: o excesso pode causar diarreias e vômitos);

Para pele seca, misture uma parte de óleo de rícino para três partes de óleo de gergelim; para pele normal, uma parte para três partes de óleo de sementes de uvas; para pele oleosa, uma parte para três partes de óleo de jojoba. Aplique à noite e cubra o rosto um lenço aquecido. Deixe agir por um minuto e enxágue em seguida;

• vitamina E – misture três comprimidos do suplemento com uma colher (sopa) de iogurte natural, meia colher (chá) de mel e meia colher (chá) de sumo de limão. Aplique, dia sim, dia não, sobre a pele de todo o rosto e pescoço, com a ajuda de uma bolinha de algodão. Deixe agir por dez minutos e enxágue, retirando todos os traços da mistura.

Outras substâncias também ajudam a eliminar rugas, mas é necessário cuidado para não se expor ao Sol depois das aplicações:

• óleo de coco – massageie as rugas durante dez minutos, todas as noites, pelo menos uma hora antes de se deitar. Aproveite e adote este óleo também na culinária

O óleo de coco é fungicida e bactericida, sendo facilmente absorvido pelas camadas da pele (epiderme, derme e hipoderme). O ingrediente pode ser usado para retirar a maquiagem, como hidratante corporal e facial e para reduzir manchas e cicatrizes;

• açafrão-da-terra e caldo de cana. Misture uma pitada de açafrão (ou cúrcuma) em uma xícara (café) do caldo. Faça a aplicação diariamente, para retardar o envelhecimento da pele.

A garapa, rica em sacarose (até 90% do peso), fornece sais minerais (cálcio, cloro, ferro, fósforo, magnésio, potássio e sódio), vitaminas C e do complexo B e ácidos fenólicos (como os ácidos cafeico, sináptico e clorogênico, todos com propriedades antioxidantes). Já o açafrão é utilizado como erva medicinal há milênios para tratamento de câncer e da depressão, além, é claro, para o combate ao envelhecimento precoce;

• uva Thompson verde ou vermelha – a fruta, além de nutritiva, também contribui para recuperar a elasticidade da pele e retardar o envelhecimento. Corte uma baga e aplique diretamente no rosto, em movimentos circulares.

Rica em resveratrol (também presente no vinho tinto, um dos “segredos” da longevidade atribuída à dieta mediterrânea), a máscara de uva combate os radicais livres e devolve o aspecto jovial e sadio à face, às mãos e ao pescoço. Não armazene a máscara, uma vez que ela se oxida com facilidade. Para potencializar os efeitos rejuvenescedores, bata, no liquidificador, uma xícara (chá) de uvas Thompson com meia folha de gelatina incolor. Aplique duas vezes por semana;

• “anjo” do abacaxi – trata-se do núcleo (ou parte mais dura) da fruta. Aplique diretamente no rosto, em movimentos circulares. Deixe agir por 15 minutos, em dias alternados, e enxágue. O abacaxi é especialmente útil para eliminar imperfeições, sardas e outras machas cutâneas.

A vitamina C presente no abacaxi faz da fruta um excelente tratamento também para combater a acne. O potássio age como antioxidante, retardando o envelhecimento da cútis.

Para finalizar

Não se esqueça: a saúde, jovialidade e boa aparência da pele dependem da hidratação – e a melhor maneira de hidratar é tomar bastante água. Para um “tratamento de choque”, beba de quatro a cinco litros de água todos os dias, durante duas semanas. Este procedimento ajuda a eliminar toxinas. Depois deste período, continue ingerindo dois litros diários.

Outra atitude extremamente importante: o uso do protetor solar (a identificação do FPS depende de algumas características da pele, como textura e tonalidade). É preciso reaplicar o produto a cada três horas, inclusive nos dias nublados. Quem passa muitas horas à frente de uma tela de computador também não deve negligenciar este hábito.

Também Recomendamos

Deixe uma resposta