Benefícios do mamão para a saúde

Mamão papaia e mamão formosa são variedades da mesma fruta e oferecem vários benefícios para a saúde.

O mamão papaia, menor e mais alongado, fornece 54 calorias a cada porção de 100 gramas. É rico em fibras, favorecendo o bom funcionamento do intestino. O mamão formosa é mais light: maior e arredondado, são apenas 45 calorias a cada 100 gramas.

São muitos os benefícios do mamão, fruta encontrada pelos espanhóis no Panamá, no século XVI (o navegante Cristóvão Colombo teria dito que o mamão é o “fruto dos anjos”). As mudas do mamoeiro foram levadas para a África e a Índia (as Índias, na época) e a fruta se tornou uma das mais apreciadas no mundo inteiro.

A Nigéria é o maior produtor, enquanto o Brasil lidera o ranking de exportações. Aqui, o mamão é cultivado principalmente na Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais.

A fruta é rica em criptoxantina, substância precursora da vitamina A. Todos os mamões têm propriedades antioxidantes, em função da presença dos carotenoides (betacarotenos), responsáveis pela cor alaranjada. Confira outros benefícios para a saúde.

Os benefícios do mamão para a saúde

Assim como todas as frutas, o mamão é rico em nutrientes – como vitaminas, sais minerais, fibras e carboidratos. A fruta fornece boas quantidades de vitaminas A, C e do complexo B, cálcio, ferro, fósforo, potássio e potássio. A riboflavina (vitamina B2) favorece o metabolismo de gorduras, proteínas e açúcares, sendo importante especialmente para a conservação da saúde da boca, nariz, olhos, ossos, pele, unhas e cabelos.

O teor de vitamina C presente no mamão é dez vezes maior do que o da laranja. Cem gramas de mamão fornecem o total de ácido ascórbico (vitamina C) para as mulheres (com exceção das grávidas e nutrizes) e 90% da ingestão recomendada para os homens.

Uma substância presente no fruto e nas folhas torna o mamão especial: a papaína, enzima alcaloide com propriedades anti-inflamatórias que acelera a digestão de proteínas (presente na carne e derivados, inclusive nos frutos do mar), indicada especialmente para os portadores de úlceras e gastrites. A indústria farmacêutica utiliza a substância na produção de medicamentos cicatrizantes.

As fibras solúveis do mamão, além de regularizar o trânsito intestinal (reduzindo os efeitos de prisões de ventre e diarreias), ajudam a reduzir o mau colesterol (LDL), fortalecendo o coração e prevenindo contra doenças vasculares e cerebrais.

O mamão também é citado quando o assunto é a prevenção contra o câncer. Os carotenoides e o licopeno presentes na fruta atuam como agentes contra os tumores malignos. As substâncias isolam as células cancerosas, induzindo-as à apoptose (ou morte programada). Pesquisas recentes apontam o mamão como eficaz como auxiliar no tratamento de cânceres de próstata, mama, fígado, pulmão, cérvix, pâncreas e cólon.

Mais benefícios do mamão

O mamão oferece, ainda:

• betacarotenos – pigmentos que protegem a visão, fortalecem a imunidade e são essenciais para a saúde da pele, cabelos, unhas e ossos. Uma vez ingerido, os betacarotenos podem ser convertidos em vitamina A (retinol) ou atuar como antioxidantes, que protegem as células das ação nociva provocada pelo excesso de radicais livres;

• carpaína – mais um alcaloide, bastante eficaz no combate de parasitas intestinais. Em bebês, logo no início da alimentação complementar (depois do aleitamento exclusivo), a carpaína provoca carotenemia – a criança começa a ficar alaranjada. Trata-se de uma reação normal, que não demanda tratamento nem alterações nutricionais.

Além disto, o consumo regular de mamão eleva os níveis de serotonina, um neurotransmissor (mensageiro do cérebro para todas as partes do corpo, permitindo que os neurônios passem sinais de uma célula para outra). A serotonina regula o sono, o humor, o apetite (prolonga a sensação de saciedade) e é um bom auxiliar no tratamento de enxaqueca.

A vitamina A presente na fruta reduz a queda de cabelos, enquanto a vitamina C é essencial para a produção e manutenção do colágeno, proteína essencial na constituição da matriz extracelular do tecido conjuntivo, responsável pela firmeza, elasticidade e sustentação da pele. O colágeno é um cosmético natural, que reduz a incidência precoce de rugas e linhas de expressão.

Uso tópico do mamão

Além da versatilidade dos usos culinários – o mamão pode ser utilizado in natura, em sobremesas e sucos, em doces, compotas, pudins e mousses, e até em receitas salgadas: a fruta pode ser usada no arroz à grega e no lombo xadrez, por exemplo – o mamão pode ser empregado em compressas e cataplasmas:

• o papaia, especialmente, apresenta propriedades curativas e cicatrizantes, que ajudam na reconstituição das células cutâneas. A fruta amassada pode ser aplicada diretamente sobre arranhões, queimaduras, feridas e cicatrizes, para acelerar o processo de cura;

• a máscara natural de mamão, graças à presença das vitaminas A e C, são excelentes para melhorar a aparência do cabelo e da pele (a fruta é útil inclusive no tratamento da acne). A polpa da fruta pode ser aplicada nos cabelos e no rosto, para garantir uma aparência saudável e jovial, eliminar a caspa e a descamação da pele;

misturada com açúcar cristal, a polpa amassada garante um excelente creme esfoliante natural. A mistura pode ser aplicada no rosto, calcanhares, cotovelos e joelhos, para tornar a pele mais macia, eliminar manchas, uniformizar a tonalidade e evitar a desidratação, responsável pelas rachaduras nas articulações das pernas e dos braços;

• para o efeito de clareamento e uniformidade da pele, misture o mamão com mel, clara de ovo, iogurte e suco de limão. Mantenha a máscara por 20 minutos e aplique preferencialmente. Em qualquer caso, porém, não exponha a pele aos raios solares;

• uma pasta de mamão e mel é um excelente hidratante para os cabelos e para a pele do rosto. Adicionando-se farinha de arroz, é possível obter um excelente firmador para o rosto, colo e pescoço. Mamão com leite é um eliminador poderoso das olheiras.

Então vamos comer mais mamão?

Ajude-nos compartilhando nossas postagem. Obrigado.

Também Recomendamos

Um comentário

Deixe sua resposta

Deixe uma resposta