Benefícios da melancia para a saúde

Refrescante e suculenta, a melancia oferece vários benefícios para a saúde. Confira.

Nativa da África subsaariana e adaptadas as todas as regiões de clima tropical e subtropical, uma opção irresistível para os dias de verão, a melancia (Citrullus vulgaris) torna a respiração mais eficiente e estimula a vascularização, reduzindo os riscos de aterosclerose (depósitos de placas de gordura nas artérias). Um dos benefícios imediatos da melancia é a hidratação, que torna a pele mais firme e resistente.

Uma substância presente na melancia é a vitamina B5 (ácido pantotênico), uma fatia é suficiente para garantir o suprimento diário. Este nutriente é necessário para extrair energia dos carboidratos, gorduras e proteínas ingeridos durante as refeições. Em termos simples, a vitamina B é importante para garantir a transformação destes alimentos no combustível das nossas células.

A melancia também tem 5% de açúcar (frutose) em sua composição. Este tipo de açúcar é bem mais complexo do que a glicose (cuja principal fonte é o açúcar refinado), que é absorvida rapidamente pela corrente sanguínea. A frutose dá “mais trabalho” para o organismo, tornando-se, desta forma, uma fonte mais prolongada de energia. A fruta também fornece vitamina C, cálcio, ferro, magnésio, manganês, potássio e zinco.

Mais benefícios da melancia

Uma boa notícia para os homens: a melancia previne contra o câncer de próstata, o mais prevalente entre a população masculina, que responde por 10% do total de neoplasias. A melancia é rica em licopeno (substância responsável pela cor vermelha da fruta), de comprovada ação antioxidante, que impede o ataque dos radicais às células saudáveis.

O betacaroteno e o licopeno também são bons defensores contra cânceres de endométrio, pulmão e mama. A propriedade antioxidante fortalece os mecanismos de intumescência do pênis, melhora a sensibilidade à insulina e reduz os riscos de degeneração macular (a mácula é uma pequena região do centro da retina, responsável pela visão de detalhes). Estas substâncias se tornam mais eficientes quando a melancia é consumida em temperatura ambiente.

Melancia e sexo

Tanto para homens, quanto para mulheres, a melancia ajuda a fortalecer a libido. Um estudo da Universidade A&M do Texas (San Antonio, EUA) indica que a parte branca da fruta é uma excelente fonte de citrulina, um aminoácido convertido em arginina por algumas enzimas. A arginina participa da formação do óxido nítrico, que, entre outras funções, contribui para reduzir as taxas de amoníaco no organismo.

Esta substância relaxa os vasos sanguíneos e estimula a vascularização de todo o organismo, inclusive dos órgãos sexuais. As mulheres contam com outro benefício proporcionado pela melancia: o consumo da fruta aumenta a lubrificação da vagina, tornando as relações sexuais mais prazerosas. A arginina também impede as disfunções eréteis.

Os aspargos alteram a composição dos espermatozoides, fazendo as células sexuais masculinas apresentarem odor forte e gosto amargo. A melancia também altera o esperma, mas de uma forma positiva: por ser uma fruta rica em açúcares, ela age de maneira oposta. Na verdade, a melancia torna todos os fluidos corporais – saliva, suor, secreções vaginais, etc. – mais adocicados. O efeito permanece por algumas horas depois do consumo.

Algumas pessoas, no entanto, desenvolvem intolerância à citrulina. Estudos indicam que pelo menos metade dos portadores de artrite reumatoide sofrem com esta intolerância. Para eles e para os que sofrem com uma rara deficiência genética – a citrulinemia, que provoca a concentração de amônia e outras substâncias tóxicas na corrente sanguínea –, a melancia é contraindicada.

Por outro lado, o consumo regular de melancia por pessoas saudáveis ajuda a prevenir contra a osteoartrite e a artrite reumatoide. A fruta é importante também para reduzir o mau colesterol (LDL) e aumentar o bom colesterol (HDL), fatores que fortalecem veias e artérias.

Melancia contra a anemia

Ao lado dos vegetais verde-escuros, a melancia é a principal fonte de ferro ao nosso alcance. Este mineral é o responsável por conduzir o gás oxigênio para todas as células do corpo, para gerar a energia necessária para as nossas atividades metabólicas.

Com a carência de ferro, desenvolve-se a anemia ferropriva, doença causada pela falta ou má-formação da hemoglobina e das hemácias, as células vermelhas do sangue. A melancia é um bom suprimento, especialmente para atletas e adeptos de dietas vegetarianas.

Vitamina A

A melancia é uma boa fonte de betacaroteno, o precursor da vitamina A, micronutriente lipossolúvel fundamental para a saúde da pele, dos olhos e do desenvolvimento dos fetos e infanto-juvenil. Esta vitamina é importante por garantir o desenvolvimento adequado e diferenciado das células.

O magnésio e o potássio presentes na melancia são benéficos para controlar a pressão arterial. Os carotenoides presentes na fruta impedem a hipertensão e ajudam na prevenção contra o endurecimento dos vasos sanguíneos.

A ingestão regular de melancia (uma fatia por dia) também protege as córneas, parte dos olhos que transmite e concentra a luminosidade. A carência de vitamina A prejudica a visão noturna e, em casos extremos, pode levar inclusive à cegueira. Pessoas com problemas de catarata e glaucoma precisam, com urgência, incluir a melancia no cardápio.

A melancia também contribui para a integridade da pele e das mucosas que revestem os sistemas respiratório, digestório e excretor. Os órgãos que compõem estes aparelhos orgânicos são uma barreira de primeira linha contra agentes invasores, como vírus, fungos e bactérias. A ingestão da fruta também fortalece o sistema imunológico, reduzindo os riscos de infecções e inflamações.

Sem cãibras, nem inchaços

Assim como a banana, a melancia é rica em potássio, um mineral que reduz as probabilidades de cãibras durante a prática de atividades físicas. Juntamente com o sódio e o cloro, o potássio participa do controle hídrico do organismo.

Este controle impede os inchaços e retenções de líquidos, comuns especialmente entre as mulheres durante a TPM (tensão pré-menstrual) e a menstruação. Além disto, a melancia é composta, em 90%, por água. Isto estimula o funcionamento dos rins e promove o aumento do volume da urina. Por tabela, os rins em perfeito estado colaboram para manter o pH do sangue.

Também Recomendamos

3 Comentários

Deixe sua resposta
  1. Ola boa noite, eu estava olhando e lendo, porque inumeras pessoas apenas olha e não le, mas eu do contrario sepre leio o que esta escrito, sobre a Melancia que a parte branca é estimulante secxoal, mas s antigos como meus pais que vieram da prussia, pra deser bem certo que pais é não sei, apenas a cidade éra chamada prussia, vieram foragido da guerra e vieram parar no brasil, mas continuando a cemente da melancia posto em um recepiente e colocando agua fervida isto é quente , e tomando como um cha, este ssim é testado e aprovado, é muito forte não sei o poder do viagra porque nuca precisei, mas uns disem que é que nem o viagra, eu tomei mas levanta mesta mesmo o astral, para nãfalar outra cisa, porque muitos disem rasgado, ja eu tenho respeito com os citis para não falar , coisa feia, receba meu abraço.

Deixe uma resposta